Psicanalise dos Vínculos Primarios

Objetivo:
Sem dúvida, foi a partir dos estudos pioneiros de Melanie Klein que toda complexidade desenvolvimental infantil foi evidenciada de forma pungente. Entretanto, de forma independente, existiram outros psicanalistas, menos discutidos no Brasil, que colaboraram muitissimamente no mapeamento inaugural da chamada “Psicanálise da Criança”. No presente curso, visamos debater, monograficamente, algumas das teorias mais fecundas produzidas por essas linhas independentes.

Público Alvo:
Psicanalistas, Médicos, Psicólogos, Assistentes Sociais, Filósofos, entre outros portadores de diploma de graduação que se interessem no estudo sistemático sobre o desenvolvimento infantil.

Índice Programático:
10.10.2017 -1º Aula:
Signo Gestáltico e Linguagem Global: Um padrão de comportamento típico de crianças carentes; Identificação e significado Semântico;

24.10.2017 – 2º Aula:
Uma Teoria de Relações de Objetos; Fatores Esquizoides do Ego;

21.11.2017 – 3º Aula:
Ontogênese de Apego no Ser Humano;

28.11.2017 – 4º Aula:
Psicologia Total do Indivíduo; Reconstrução do Self Fragmentado.

Bibliografia Recomendada:
SPITZ, René. A. A Formação do Ego: uma teoria genética e de campo. São Paulo: Martins Fontes, 1979.

SPITZ, René. O primeiro Ano de Vida. 4, ed. São Paulo: Martins Fontes, 2013.

SPITZ, René. O Não e o Sim: A Gênese da Comunicação Humana. 3, ed. São Paulo: Martins Fontes. 1998.

FAIRBAIRN, Ronald. Estudos Psicanalíticos da Personalidade. 2, ed. Lisboa: Vega Editora. 2000.

BOWLBY, John. Apego, vol.1. São Paulo; Martins Fontes. 1994.

BOWLBY, John. Separação, vol.2. São Paulo: Martins Fontes. 1994.

BOWLBY, John. Perda, vol.3. São Paulo: Martins Fontes. 1994.

KOHUT, Heinz. Psicologia do Self e a Cultura Humana. Curitiba: Ed. Artes Médicas. 1998.

KOHUT, Heinz. Self e Narcisismo. São Paulo: Zahar Editores. 1984